You are currently viewing Tecnologia no esporte: o que muda e qual o seu impacto?
  • Reading time:13 minuto(s) de leitura

Tecnologia no esporte: o que muda e qual o seu impacto?

 

Clima de Copa do Mundo e temos visto cada vez mais mudanças tecnológicas que são testadas e aplicadas durante uma das competições esportivas mais famosas do mundo.

O esporte tem evoluído muito com o passar do tempo, dos equipamentos utilizados pelos atletas até a forma de se praticar.

Essas mudanças nos campos, quadras e demais praças esportivas têm seguido um ritmo muito forte, tendo a tecnologia como grande aliada.

Independente do que seja, essa importante ferramenta chega para modernizar e trazer novas perspectivas para vários esportes.

Por isso, os impactos da tecnologia causam muitas transformações e ainda são debates nos meios populares.

Já estando inserida nesse ambiente, o que ficam são as dúvidas.

O que de fato muda quando a tecnologia entra em contato com os esportes?

E o seu impacto é realmente positivo para as disputas que ocorrem por todo o mundo?

Neste texto nós vamos te apresentar a história da tecnologia no esporte, algumas das tecnologias existentes em vários deles e vamos te responder às perguntas anteriores. 

Tenha uma ótima leitura!

Transmissão esportiva de vôlei

A tecnologia no esporte

Os esportes tiveram a sua fundação das mais variadas maneiras, em diversos lugares do mundo, em anos distintos.

Onde o maior intuito da sua prática era a competitividade, o bem estar social e físico dos atletas, além da busca pela vitória, sua maior motivação.

Seja no futebol, onde vemos a Copa do Mundo sendo disputada agora, no vôlei, no basquete, no tênis, na natação e muitas outras modalidades.

Em todas elas o que pôde ser percebido com o tempo foi a evolução do jogo, um aprimoramento das técnicas e a elevação de sua qualidade.

E além disso, o que também se viu foi a aproximação da tecnologia para um melhor desenvolvimento das disputas, dos atletas, dos clubes, do dia a dia como um todo. 

Seja para aprimorar o rendimento dos atletas ou para tornar a sua prática mais leal e justa, a tecnologia mostrou que tinha e ainda tem muito a oferecer. 

Pode-se dizer que um primeiro passo dessa integração veio das grandes transmissões que começaram no início do século XX, por rádios e televisões. 

Onde os grandes campeonatos poderiam ser acompanhados por torcedores de diversos lugares, de forma simultânea.

Da era das imagens em preto em branco até os dias atuais, as transmissões sofreram grandes alterações, saindo das mídias tradicionais até chegar nas digitais.

Ampliando ainda mais o seu alcance, estando disponível on-demand em várias plataformas e muitas outras transformações no que diz respeito a sua transmissão. 

Alguns exemplos 

Partindo da forma como vemos um jogo, até a forma como um atleta se prepara, a tecnologia também tem se feito presente.

Atualmente um atleta de alto rendimento tem aplicativos que monitoram as suas atividades, os seus ganhos e perdas do dia a dia.

Estando conectado aos seus treinadores, preparadores físicos, nutricionistas e demais profissionais responsáveis pela sua parte física.

Além da tecnologia aprimorar os treinamentos, com maior quantidade de dados a respeito do rendimento dos atletas.

Ela também age na hora das partidas e demais competições oficiais, quando todos os desenvolvimentos são colocados em prática.

Assim, as tecnologias se espalham por diversos esportes dessas formas:

  • Utilização de câmeras 8k e outras tecnologias para captação de imagens em altíssima definição. 
  • Ponto eletrônico para árbitros se comunicarem em tempo integral.
  • Novos softwares para detecção de irregularidades no doping, apontando irregularidades com mais facilidade.
  • Atualização de dados, estatísticas, scouting das disputas em tempo real e outros métodos de análises de desempenho.
  • Criação da tecnologia da linha do gol. 
  • Presença do chip conectado às bolas de futebol, vôlei e tênis e aos smartwatches. 
  • Criação do VAR para inúmeros esportes, além do Impedimento semiautomático. 
  • Sensores e demais alertas para marcações automatizadas. 
  • GPS para acompanhar o desempenho dos jogadores e demais atletas. 
  • Nanotecnologia aplicada em equipamentos para diversos esportes.  
  • Criação de uniformes e demais materiais smart. 
  • Testes de desempenho, reflexos e outras performances.

Os avanços tecnológicos são fundamentais para que cada esporte continue sendo aprimorado. 

E com esses exemplos é possível perceber o grande alcance da tecnologia em diversas áreas do esporte. 

E em todas as atuações, os desenvolvimentos passam por testes para chegar a conclusões da sua efetividade ou não.

Só assim cada tecnologia é colocada em prática.  

Não são lançados de um dia para o outro e passam por diversas etapas de treinamento e adaptações.

Tecnologia In line goal

O que muda com a chegada das tecnologias no esporte

A prática dos esportes vem ganhando cada vez mais reforços tecnológicos como abordamos no tópico anterior. 

Porém, agora é hora de responder uma das perguntas que foram feitas no início do texto. 

O esporte muda com a chegada de novas tecnologias? 

A resposta para essa pergunta é sim! 

Definitivamente o esporte muda com a chegada de softwares, bancos de dados, novos serviços de inteligência artificial e outros. 

O esporte de uma forma geral passa a ser mais dinâmico, atual e até mesmo mais justo. 

Pois, com o auxílio de todas essas inovações o esporte não perde a sua essência, que é de manter o jogo acontecendo como deve ser. 

E ganha o incremento de ferramentas que podem potencializar qualquer âmbito esportivo. 

Por vezes a tecnologia pode influenciar no resultado final de uma partida, equipe ou atleta individual.

Em todos esses rendimentos, os avanços tecnológicos sempre prezam pelo enriquecimento dos esportes.  

Seguindo as regras, trazendo mais dinamicidade, com todos os pontos positivos que uma tecnologia empregada pode acrescentar.

Se baseando no uso de dados, na computação gráfica, a biomecânica, o uso de equipamentos mais inteligentes para a preparação.  

Com isso, o que muda é a adaptação de técnicos, comissões, departamentos, atletas e equipes em relação às tecnologias em meio a rotina.  

Quando passam a receber informações sobre a sua evolução por meio de aplicativos especializados no dia a dia. 

Quando começam a lidar com os processos automatizados, resolvidos em poucos segundos em competições oficiais. 

Além de se ter uma maior noção da evolução de índices de rendimento, sejam nos treinos ou nos jogos. 

Assim, as tecnologias trazem mudanças para o dia a dia de um atleta profissional, que tem departamentos controlando os seus passos. 

E a tecnologia também se faz presente na atuação de um esportista amador, que consegue perceber a sua evolução com base em aplicativos presentes em smartphones e computadores.   

tecnologia de monitoramento em esporte - basquete

O impacto no esporte é positivo?

O impacto da tecnologia no esporte pode sim ser considerada positiva.

Tem efeito imediato na quebra de recordes, na recuperação de lesões, na prevenção de lesões e também numa melhor prática. 

Sendo assim, as inovações passam a contribuir com todo o cenário da prática esportiva, do amador ao profissional. 

A existência de aplicativos, sites, softwares que podem acompanhar um treino, um jogo, uma corrida e muitos outros acabam impactando positivamente nos envolvidos. 

Fazendo com que as análises dos profissionais sejam mais profundas. 

E a prática do esporte se torna algo ainda mais integrado e evoluído. 

Onde as tomadas de decisão são mais assertivas, na hora de uma maior necessidade, na hora de corrigir um erro humano. 

Isso deixa evidente que a chegada da tecnologia em muitos âmbitos do esporte são positivas e estão em um processo de expansão do profissional ao amador. 

Podendo ser apropriada para cada modalidade esportiva, para cada finalidade. 

Gostou? Compartilhe!

Deixe um comentário